Depilação a Laser

A depilação a laser tem inúmeras vantagens em relação aos outros métodos de depilação. Algumas são:

É um tratamento seguro, rápido e eficaz. A frequência com que pode cortar o pelo ou arrancá-lo (cera, pinças, etc.) é muito superior à frequência com que se realiza cada sessão de laser, pelo que a pele não se irrita, está mais saudável, suave e mais bonita.
Cada vez que realize uma sessão de depilação a laser, comprovará que existe menos quantidade de pelo, pelo que se sentirá mais cómodo, estará perfeitamente depilada e preparada em todos os momentos. Terá mais tempo para aproveitar outras coisas pois não terá que ocupá-la num salão de beleza ou a depilar-se em casa.
A depilação a laser favorece a higiene e é a opção mais cómoda para a nossa vida diária. Esquecer-se-á dos complexos causados pelo excesso de pelo e o crescimento de pelo em zonas embaraçosas ou fora do comum. No caso dos desportistas confere uma multiplicidade de vantagens já que melhora a capacidade aerodinâmica e hidrodinâmica, optimiza a higiene, facilita a cicatrização e as massagens, sem esquecer a comodidade que permite a possibilidade de frequentar treinos ou competições sem ter que cortar o pelo ou depilar a zona com antecedência.
É ideal para as pessoas que trabalham com uniformes que deixam visíveis as pernas ou outras zonas como as hospedeiras ou modelos, ou pelo contrário, com um equipamento ou em condições de trabalho que podem provocar maior sudação, por exemplo, bombeiros, polícias, etc.
Faça a sua marcação na Clínica JLF e comece a disfrutar das múltiplas vantagens que oferece a depilação a laser de díodo.

Antes do tratamento a laser

Em caso de exposição solar ou raios UVA, informe antes de cada sessão, para se ajustarem os parâmetros de tratamento. Não depile as zonas a tratar com cera ou pinças um mês antes do tratamento; utilize, se desejar, outros métodos que rapem os pelos mas não os arranquem.
Não aplique produtos de autobronzeamento na semana anterior ao tratamento.
Não descolore os pelos a depilar durante os 15 dias anteriores ao tratamento.
No dia do tratamento não use maquilhagem na zona a tratar (face ou áreas semelhantes).
Não utilize cosméticos que contenham Ácido Glicólico ou Ácido Retinóico nos três dias anteriores ao tratamento.
Não utilize desodorizante antes ou depois da sessão de laser, se tencionar depilar os pelos das axilas.
Se a sua pele sofrer de cloasma ou tendência para a hiperpigmentação, utilize um despigmentante local, que deve aplicar durante as duas semanas anteriores ao tratamento.
Caso sofra de herpes labial recidivante (mais de uma vez por mês), alerte para isso, para que inicie um tratamento de prevenção no dia anterior ao da sessão com laser.
O tratamento é contraindicado para pessoas que nos últimos 6 meses se tenham submetido a tratamento oral com ROACUTAN®, TIGASON®, NEOTIGASON® (isotretinoína oral) e para pessoas que nos últimos 6 meses tenham submetido a zona a depilar a tratamento laser com C02, Érbio Yag ou dermoabrasão.
Compareça com a zona a tratar perfeitamente rapada, com lâmina ou creme depilatório, excepto a zona facial que será rapada pelo operador laser no próprio dia do tratamento.

Depois do tratamento

É habitual o aparecimento de uma ligeira vermelhidão ou inflamação nas zonas tratadas. Isso é sinal de que o tratamento foi eficaz. Esta situação poderá durar cerca de 72 horas no máximo.
Pode fazer uma vida normal, exercício físico, tomar duche e lavar a zona tratada, embora o deva fazer com suavidade e cuidado para não aumentar a inflamação e vermelhidão que aparecem devido ao tratamento. Evitar saunas ou o uso de água muito quente no banho enquanto não decorrerem 24 horas. Alguns pacientes (geralmente de pele escura ou bronzeada) podem experimentar pequenas vesículas ou bolhas que desaparecem. Raramente podem deixar uma mudança de cor da pele, que se normalizará posteriormente, decorridas algumas semanas.
Quando tiverem decorrido vários dias, os pelos tratados libertar-se-ão facilmente dos seus folículos. Este facto pode ser interpretado de forma errada pelo paciente, deduzindo que os pelos voltam a crescer e que o tratamento não foi eficaz.
Isso não o deve alarmar. O tratamento foi eficaz e feito com segurança, e simplesmente implica que o resto dos pelos tratados com laser se deve eliminar e a única via de saída e eliminação para o exterior é o próprio folículo, dando a impressão de que crescem novamente, quando na realidade estão a cair definitivamente. Pode ajudá-los a cair friccionando suavemente com uma toalhinha humedecida. A hidratação local favorece a queda dos pelos destruídos.
Pode aplicar gel de Aloé Vera ou cremes hidratantes na zona tratada.
Caso exponha a pele ao sol, deverá utilizar um protector solar mínimo de 30 SPF (facial todo o ano).
Alerte para qualquer efeito secundário que note na zona tratada; não hesite em consultar-nos.