madalena-e-ritinha-1024x745  madalena-e-ritinha-2-1024x747  imagem-096-459x250

ortopantomografia-459x250

3-e-1024x773   3-i-1024x676    10-1024x851

ritinha-293x250   madalena-1024x641

3-g-1024x711

A partir de que idade e com que regularidade a criança deve consultar um médico dentista?

A primeira consulta deve ser realizada quando os primeiros dentes temporários (ou “de Leite”) erupcionam ou, no máximo, até à criança completar o primeiro ano de vida, de modo a estabelecer um programa preventivo de saúde oral e interceptar hábitos que possam ser prejudiciais. Idealmente, quando existe uma boa saúde oral, a criança deve ser observada cada seis meses. Em situações de elevado risco de cárie, esta periodicidade deve ser reduzida para intervalos de três meses.

Como se pode prevenir o aparecimento de cáries precoces de infância?

Várias medidas são importantes na prevenção de lesões de cárie na primeira infância: promover a amamentação materna pelo menos até aos 4-6 meses de idade, colocar apenas leite ou água no biberão e oferecer à criança, sobretudo durante o dia e nunca quando esteja a dormir. Logo que os primeiros dentes erupcionem, promover a sua higiene com uma gaze, dedeira ou escova macia, idealmente após as refeições.
Quais as causas mais frequentes para a ocorrência de alterações de cor dentária numa criança?
A alteração da cor poderá ter várias causas. Assim, para além das lesões de cárie, também situações traumáticas, perturbações na formação do esmalte e dentina, higiene oral deficiente, ou pigmentação extrínseca de origem bacteriana, ou alimentar, por exemplo, podem conduzir a este tipo de transtornos. Ao Médico Dentista caberá o correto diagnóstico e eventual intervenção.

As crianças podem usar fio dentário?

A utilização do fio/fita dentária coadjuva a higienização dos espaços interdentários e deve ser iniciada logo que possível, acreditando-se que, por volta dos 8-10 anos, a criança começa a ter a destreza manual e autonomia necessárias.

O que é um selante de fissuras e para que serve?

Um selante de fissuras é uma espécie de “verniz” que se aplica na superfície fissurada do dente são, com o objectivo de prevenir o aparecimento de lesões de cárie dentária. Constitui um recurso eficaz em termos preventivos, no entanto a sua aplicação deve basear-se na avaliação do risco de cárie, não devendo constituir uma medida isolada mas, antes, integrada num programa mais alargado de prevenção. Está, por norma, indicada a aplicação de selante de fissuras nos primeiros e segundos molares definitivos, bem como nos pré-molares, cujo período de erupção varia entre os 5-8 anos e os 11-14 anos, respectivamente. A reaplicação está indicada caso se verifique perda parcial ou total do selante, maximizando a sua eficácia.